Viajar é a coisa mais maravilhosa e o dinheiro mais bem investido que você pode fazer. E viajar para um destino internacional é melhor ainda, mas isso pode assustar um pouco você que esta viajando pela primeira vez e não tem o costume de lidar com processos e burocracias chatas que envolve uma viagem internacional. Em nossa última viagem eu pesquisei muuuuiiiito sobre o assunto, o que levar, o que pode ou não e resolvi compartilhar com vocês um pouco do que aprendi.

Documentos

Cheque todos documentos necessários devem estar à mão: passaporte válido, visto, vacinas exigidas e passagens de ida e volta. O passaporte deve ter dois anos de validade após a data de volta, dependendo do país, então fique atento a data de validade do seu passaporte.

Reserva do hotel

Imprima a reserva de hotel que ficará hospedado. Se for ficar em casa de parentes ou conhecidos, é necessário uma carta convite. E falando nisso nós levamos e ninguém pediu, principalmente na ida.

Seguro saúde

Contrate um seguro de viagem. Na união europeia é obrigatório ter o seguro, para outros países não é obrigatório, mas aconselho que sempre faça o seguro. Nós fizemos e além de ninguém pedir de novo, graças a Deus não usamos.

Dinheiro ou cartão internacional

Leve dinheiro de formas variadas: moeda, VTM, cartão de crédito… Eu acabei levando apenas euro, pois já temos cartão internacional, que é preciso avisar seu banco uma semana antes que irá viajar, para poderem desbloquear o cartão. Deve informar o destino e a data de ida e volta, se não você chega lá para pagar com cartão e ele será recusado, que chato né.

Líquidos

Para viagens internacionais só podemos carregar líquidos em embalagens pequenas (menos de 100 ml) e todas precisam estar num saquinho transparente, que deve ser passado no raio-x separadamente. Eu levei shampoo, condicionador, hidratante, óleo para cabelo e outras coisas, tudo nessa embalagem transparente e versão mini. A minha eu comprei na farmácia, eles vendem “kit viagem” e achei super útil.

Lugares

Faça uma lista de lugares que quer conhecer, como chegar em cada um deles e se puder comprar antes de forma online é ainda melhor, é possível de você encontrar fila no local.

O que pode trazer

Todo passageiro tem direito a US$500 em compras (tudo de uma unidade, uma máquina fotográfica, um relógio, um notebook e etc são liberados) e no exterior mais US$500 no freeshop. Isso fora objetos de uso pessoal durante a viagem, se você comprou umas roupinhas, use na viagem ou tire a etiqueta. Você só vai ter problemas se voltar com muitas peças repetidas, iguais e assim por diante. Lembre-se do bom senso. Eu comprei presentes para nossa família lá, roupas e tirei o preço e a maioria das etiquetas, outras coisas que compramos para nós era tudo diferente e pouca coisa.

Reserva de hotel

Apesar de não ter ficado em hotel, apenas uma vez, eu pesquisei formas de você reservar um hotel sem cair numa fria. Vou mostrar o processo de reserva de hotéis que pesquisei e achei que melhor funciona.

Booking
O primeiro passo é sempre ir até o Booking, site especializado em reservas. Coloque a cidade e as datas, e veja as opções disponíveis. No geral procure hotéis bem localizados, com fácil acesso ao transporte e alimentação. Não se esqueça que quanto mais perto de pontos turísticos, mais caro será o valor da diária. Muito longe as vezes também é ruim, pois assim você vai demorar muito tempo em deslocamento, veja um meio termo.
No Booking você também seleciona o número de pessoas por quarto, isso influencia no preço. Depois disso chega a segunda etapa da pesquisa de hotéis.

Trip Adivisor
Depois de achar um hotel legal no Booking, vá ao Trip Advisor pra ver o que as pessoas que se hospedaram por lá tem a dizer sobre ele. Coloco aqui primeiro o booking e depois o trip porque no Trip Advisor não tem preços ou disponibilidade do hotel, então é mais fácil saber antes se aquele hotel que eu escolhi depois de horas, está disponível para a minha viagem e se posso pagar por ele.

No Trip Advisor você entra com o nome do hotel e cai direto na página dele, e aí olhe sempre duas coisas: a porcentagem de gente que classifica aquele hotel como legal (acima de 75% é ok) e as fotos dos viajantes, é uma visão bem interessante. Porque as fotos dos hoteis, são lindas, camas arrumadas, uma luz incrível, banheiro limpo… mas nada como uma foto real de quem esteve ali e viu pessoalmente as condições do quarto. Outra coisa a se observar são os comentários no Trip Advisor. Se tiver algum relato ruim, e isso for repetido por outras pessoas, desista!

Depois de todo esse trabalho, vale dar uma olhadinha esperta no Google Maps. Ver a rua, dar uma passeada pelas redondezas e ver se tem farmácia, lojinha de conveniência e essas coisas importantes. Estando tudo de acordo com suas necessidades, volte ao Booking e faça sua reserva por lá. Para reservar você vai precisar de um cartão de crédito (eles precisam pra garantir a reserva), mas a maior parte dos hotéis só vai cobrar na hora que você chegar lá (existem tarifas promocionais que são cobradas antecipadamente), não precisa se preocupar.

Acredito que essas dicas vão te ajudar a organizar sua próxima viagem sem dor de cabeça. Se você acha que esqueci de alguma coisa e  tiver mais dicas de como achar hotéis pela internet  ou de viagem internacional no geral é só contar aqui nos comentários que ficarei feliz em saber mais a respeito, a final viajar é bom demais.

Acompanhe nosso trabalho de fotografia em Portugal e no mundo todo Casal Original.

Share this story

COMMENTS Expand -
ADD A COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado.