Morar juntos é uma grande transformação na rotina de uma pessoa, para que isso não se transforme numa experiência traumática, venha conferir algumas dicas.

[1] Rotina da casa

Esse eu acredito ser o causador principal das brigas nos primeiros meses de qualquer casal recém-casado. No começo pode ser tolerável, mas com o tempo acabará virando motivo de grande irritação e brigas constantes. Estabeleçam divisões justas de tarefas domésticas e as executem com alegria, pois estão colaborando para a casa de ambos.

[2] Sem grandes expectativas

Claro que vocês estão casando esperando o melhor, mas é preciso ter em mente que casamento é um projeto a ser executado a dois. Assim evitem criar expectativas baseadas nas atitudes do outro ou baseado no namoro e foquem na relação que vocês estão construindo juntos. Morando junto nós conhecemos particularidades de cada um, como qualidades e defeitos que antes não conhecíamos, e isso é normal. Não tente mudar os defeitos do outro, apenas tentem se adaptar um ao outro da melhor forma. Diante das diferenças de opinião, gosto e até manias o melhor é sempre conversar.

[3] Estabelecendo o diálogo

O desenvolvimento do diálogo deve acontecer desde o início, afim de que vocês acostumem a falar sobre todos os assuntos e ouvir o outro com atenção. Não deixem assuntos pendentes; falem com clareza e escutem com atenção um ao outro. Qualquer relacionamento sem diálogo não vai para frente. Saber se expressar e saber ouvir é essencial.

[4] Finanças organizadas

Para evitar conflitos muito comuns na vida a dois, definam matematicamente o funcionamento financeiro do novo lar. Quem paga o que e como, são questões fundamentais que não podem ser adiadas, afinal é importante que nenhum de vocês se sinta sobrecarregado. Eu vejo que no casamento tudo é dos dois, essa história de meu salário eu cuido, acredito que não funciona em um casamento.
O que fizemos recentemente foi unir as contas, e foi de longe uma ótima solução para nós.

[5] Cuidado com a rotina

Estabelecer rotinas é saudável desde que corresponda à vontade dos dois e que não se estenda por muito tempo. Procurem criar situações inusitadas que alegrem e motivem os dois a viverem bons momentos. Surpresinhas inusitadas podem render bons momentos juntos. Comprar aquele doce favorito, trazer um presente, uma flor, levar para jantar fora, entre outras coisas sempre faz bem.

[6] Respeitando a individualidade

É importante que o casal respeite a individualidade, um do outro, e jamais confundam casamento com fusão de personalidade. Muitas vezes o outro precisa de um tempo sozinho para pensar, para fica na “caixinha do nada” – os homens, claro – respeite isso.
Ninguém é feliz se sentindo bloqueado, assim desenvolvam a autoconfiança e respeitem a liberdade de cada um.

[7] Demonstre amor

O amor precisa ser motivado, incentivado e demonstrado diariamente. Não permitam que o outro duvide de seus sentimentos; manifestem seu amor.

Fala-se muito das dificuldades da vida a dois, mas elas só são reais pelo despreparo com que a maioria dos casais que iniciam uma relação. Mas o fato é que é possível construir, desde o início, um casamento feliz e harmonioso.

Acompanhe nosso trabalho de fotografia em Portugal e no mundo todo Casal Original.

O amor requer atenção dos dois lados, a gentileza que constrói pontes através da construtiva combinação de paciência, gentileza e abnegação“.

Share this story

COMMENTS Expand -
ADD A COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado.